Amor e Direito – Reflexos Jurídicos e Judiciários - CEJ

O Centro de Estudos Judiciários apresenta no dia 14 de Fevereiro uma formação sobre Amor e Direito – Reflexos Jurídicos e Judiciários.

Objetivos:
De Morin a Nussbaum, a Ferri, o Amor tem vindo a ser teorizado como princípio fundamentador da filosofia e da política, mas também do funcionamento da sociedade. A Justiça está no centro do funcionamento de qualquer sociedade.Assim, do Trabalho ao Penal, à Família e ao Civil, o Amor surge com uma influência que muitas vezes não é diretamente percetível.

09h45 – Abertura
- Direção do CEJ

10h00 – Amor é um lugar perigoso
- Luis Osório, Escritor

11h00 - O Senhor Direito e os seus dois amores
- Paulo Ferreira da Cunha, Professor Catedrático da Faculdade de Direito da Universidade do Porto

14h30 - Tolerar é permitir
- Rui do Carmo, Procurador da República Jubilado, Coordenador da EARHVD

15h30 - Ética e respeito quando o amor acaba
- Rui Alves Pereira, Advogado

Moderação: Edgar Taborda Lopes, Juiz Desembargador e Coordenador da Formação do CEJ

Para mais informações contacte directamente o Centro de Estudos Judiciários ou consulte o programa em Anexo.

Hora: 09h45
Local: Centro de Estudos Judiciários - Auditório, Lisboa
Organização: Centro de Estudos Judiciários

Programa: Anexo